quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Robinson valoriza o povo e Henrique valoriza os políticos

Postado Por Eciene Fotografias  |  Sem Comentários

Coluna do Barbosa

No primeiro programa político eleitoral levado ao ar na televisão no início da tarde desta quarta-feira (21), uma coisa ficou bem clara no que diz respeito aos dois principais candidatos ao governo do Rio Grande do Norte: Robinson Faria (PSD) e Henrique Alves (PMDB). Enquanto o programa de Robinson valorizou a fala do povo, o programa de Henrique valorizou a fala dos políticos – prefeitos.
Não à toa o discurso de Robinson tem sido o da independência contra os caciques que mandam na política potiguar. Ao contrário de Henrique que está valorizando a união destes caciques, entre eles 7 ex-governadores. Isso ficou claro no primeiro programa eleitoral. O discurso da “mudança” de Henrique Alves deixa transparecer uma coisa superficial, contraditório, eu diria até.
Henrique diz em seu programa que não vai usar o velho discurso do retrovisor para justificar, acaso se eleja governador, eventuais dificuldades que a sua hipotética administração venha a sofrer. Mas por que Henrique não usa o discurso do retrovisor contra Agripino, Wilma e até mesmo o primo Garibaldi? Ele sabe, como todas as torcidas do América e ABC juntas que se for usar esse discurso vai bater de frente com os seus aliados que formam o acordão.
Henrique prefere “bater” na governadora Rosalba quando faz críticas a alguma gestão. Logo Henrique que indicou 7 secretários para compor o governo democrata. Quando critica o atrasado dos salários dos servidores, como fez agora no seu primeiro programa eleitoral na TV, Henrique esquece que o seu correligionário, Geraldo Melo (PMDB), que compõe o seu palanque, quando deixou o governo deixou debaixo de vaias dos servidores públicos estaduais exatamente por atrasar salários. Ou Henrique esqueceu disso ou o seu marketing falhou.
Já Robinson Faria ressaltou a importância de se mudar verdadeiramente a política do Rio Grande do Norte. O leitor pode perguntar: mas Barbosa, Robinson já foi aliado de praticamente todos os caciques que estão do lado do acordão. É certo dizer isso, só que Robinson teve a coragem de romper com eles e desafiá-los nas urnas tendo ao seu lado única e exclusivamente o povo. Isso é um fato. Até pelas imagens reproduzidas nos dois programas se observa isso. Enquanto Henrique tem ao seu lado políticos como Wilma de Faria, João Maia, Garibaldi Alves etc e tal, Robinson apresenta a deputada Fátima Bezerra (PT), que não faz parte de nenhuma oligarquia no Rio Grande do Norte.
Portanto, ficou claro, neste primeiro programa eleitoral levado ao ar na televisão, a diferença entre os dois principais concorrentes ao governo do estado. Um está ao lado do povo o outro ao lado dos políticos.
Com a palavra o eleitor!

11:06 Share:

0 comentários:

Receba Nossas Atualizações Por Email
Digite seu email, e nós lhe' mandamos um convite.

Encaminhado Por FeedBurner
back to top